Bolhas Bloguistas

NÓS! Literalmente nós! Nós vamos bem com caviar, ao almoço e ao jantar. Estamos bem e a melhorar. Ninguém nos pode parar e Nós sempre a borbulhar. bolhas_bloguistas@yahoo.com.br Um espaço aberto a toda e qualquer futilidade...

sexta-feira, julho 07, 2006

Maldito SPM

Pronto, prometo que só volto depois de passar o SPM (do tipo 4, vejam só! Predomínio de alterações afectivas, com sintomas depressivos), ou então quando estiver magnificamente inspirada...
Fora a depré!!! Venha alegria, até porque hoje já é sexta feira.

2 Comments:

Anonymous green habits said...

Hoje li este artigo da Luisa Castel-Branco e acho que se adequa muito bem ao espírito TPM ou SPM, como lhe quiserem chamar ;)

AMANHÃ É OUTRO DIA
Há dias que acordamos com cem anos. Há dias em que todo o corpo nos dói, como se cada osso, cada vértebra, cada pedaço de pele gritasse por descanso. A idade tem destas coisas. A idade também tem dias, estados de alma e humores, porque, no dia anterior ou seguinte, voltamos a sentrirmo-nos capazes de tudo. A mente, o nosso subconsciente alerta-nos para o mal que estamos a fazer a nós mesmos. E a vida, esta correria desenfreada em que vivemos, estas vinte e quatro horas que parecem desfazer-se entre os nosso dedos, traz-nos aqui. Podemos ter mais de tudo. Consumimos tudo o que pudemos e não pudemos. Compramos ou sonhamos poder comprar coisas, objectos, roupas, viagens e muito mais , contudo, estamos cada vez mais tristes, mais cansados, mais endividados e mais desejosos de algo que não tem nome, que não sabemos, sequer, o que é. Porque a solidão toma muitas faces, muitas formas. E estamos cada vez mais sozinhos. Mesmo quando estamos acompanhados, no emprego, em casa, entre os amigos. Porque este sentimento prende-se com o vazio da nossa vida, com a dita corrida contra o tempo, a falta de noites dormidas, da segurança que pode ser algo tão tão prosaico como saber que o amor é para sempre, que os nossos filhos nos compreendem ou que um dia, um dia vamos conseguir um trabalho de que realmente gostamos. Mas nada disto se compra. E, por isso mesmo, há dias em que acordamos com cem anos. cem anos de solidão. De cansaço. De desânimo.

6:41 da tarde  
Blogger Fã das Bolhas said...

Cara Mor,
Tenho algumas dúvidas relativamente a esse misterioso fenómeno exclusivamente feminino, que dá pelo nome de TPM (Tensão Pré-Menstrual).
Ora, até à data, sempre fui da opinião que isso era mais uma daquelas tretas que as iluminadas criaturas inventavam para não darem umas cambalhotas, antes que o Benfica viesse jogar em casa (mais ou menos como aquela malta que arranja uma “doença” marada qualquer antes das férias, para se pôr ao fresco mais cedo).
Mas não é que, efectivamente, muitas das minhas queridas amigas ficam realmente indispostas e chatas como um carrapato, exactamente antes de lhes chegar o período?! Pois é, tenho tido oportunidade de constatar isso in loco ultimamente, sem que as causas se tornem mais claras, e no que a estas diz respeito, a doutrina divide-se:
- por um lado, temos os que acham que aquilo tem uma causa biológica, à semelhança das dores menstruais, que, por sua vez, se reflecte no comportamento da mulher em sociedade;
- por outro lado, os defensores da origem psicológica da coisa, ou seja, o TPM não passa de “minhoca nas cabeças” femininas, provocada, quiçá, pela perspectiva de ir passar uma semana a largar sangue, ou sem mandar umas cambalhotas, ou, até, pelo preço a que estão os pensos e os tampões (é a crise...);
Bem, eu cá não sei qual delas será a mais correcta, mas o facto é que, de todas as mulheres que conheço, continuo a preferir aquelas a quem chegada do chico (que raio de nome arranjaram para isto, ainda bem que não me chamo Francisco) só vem atrapalhar o plano de dar umas cambalhotas, ou não...

5:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Counters
University of Phoenix Pimp MySpace.com
Number of online users in last 3 minutes